Suposto dono de tigre que assustou americanos é preso; felino está sumido

A polícia de Houston, no estado norte-americano do Texas, identificou um suspeito de assassinato como suposto dono do tigre “doméstico” que foi visto, no domingo (9), amedrontando uma vizinhança. Victor Hugo Cuevas, 26, foi encontrado e detido, após ter fugido das autoridades, entretanto, o animal segue desaparecido e pode estar à solta na região.

De acordo com a Fox News, após atender ao chamado de populares que avistaram o animal solto nas ruas do bairro Memorial, a polícia de Houston viu Cuevas controlar o tigre e sair da cena rapidamente sem dar explicações.

Investigadores identificaram Cuevas como o dono do animal e encontraram pendências na ficha criminal dele. Suspeito por assassinato, o jovem estava em liberdade após pagar uma fiança de US$ 250 mil (cerca de R$ 1,3 milhão), e, apesar de a lei não punir donos de tigre com prisão, o delito e a fuga foram considerados violações de sua situação com a Justiça e ele foi detido.
Segundo a mídia local, Cuevas também cria macacos em sua casa, legalmente. Entretanto, ele disse ser apenas um “cuidador” do felino selvagem e afirmou não saber seu paradeiro.
“Minha principal preocupação agora é me concentrar em encontrá-lo [o suposto dono] e encontrar o tigre, porque o que eu não quero que ele faça é machucar aquele tigre. Temos muitos lugares onde podemos levar esse tigre e mantê-lo seguro e dar-lhe um lar para o resto de sua vida”, disse Ron Borza, comandante da polícia de Houston, durante uma entrevista coletiva.
A PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) se pronunciou sobre o caso e afirmou que tigres são frequentemente explorados e criados ilegalmente. “Os tigres não são companheiros animais”, disse o grupo. “Eles são animais predadores imprevisíveis que não deveriam ser forçados a viver na casa de alguém.”

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.