Ciclista que esteve na Olimpíada é encontrada morta aos 24 anos

Uma tragédia atingiu o mundo do esporte nesta segunda-feira (9). A ciclista Olivia Podmore foi encontrada morta em sua casa, em Cambridge, na Nova Zelândia, e as circunstâncias da morte estão sendo investigadas pela polícia.

A atleta esteve nos Jogos do Rio, em 2016. No entanto, a ciclista não obteve os índices necessários para se classificar aos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. O que levanta suspeitas é um post feito pela ciclista horas antes dela ser descoberta morta. A atleta postou nas redes sociais um texto sobre as pressões dentro do esporte para ter sempre resultados positivos.

“Esporte é uma grande ferramenta para tantas pessoas, é uma dificuldade, uma luta, mas é tão alegre. O sentimento de vencer é diferente de tudo, mas o sentimento quando você perde, não é selecionado ou se qualifica, se lesiona, não alcança as expectativas da sociedade como ter uma casa, se casar, ter filhos, tudo porque você dá o seu melhor para o seu esporte também é diferente de tudo”, escreveu Olivia nas redes sociais.

A atleta nasceu em Christchurch, mas morava em Cambridge, onde a seleção de ciclismo da Nova Zelândia treina.

A atleta competiu nos Jogos do Rio no sprint por equipes, mesma modalidade que a levou ao Mundial, ainda em 2016. “Descanse em paz com minha linda irmã e filha amada de Phil Podmore. Você estará em nossos corações para sempre”, escreveu o irmão de Olivia nas redes sociais.

 

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.